---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Ouro Verde realiza campanha para coleta de lixo eletrônico

Publicado em 23/06/2020 às 11:10 - Atualizado em 23/06/2020 às 11:10

A Secretaria Municipal de Saúde de Ouro Verde, através da Vigilância Sanitária, em parceria com a Defesa Civil e a Secretaria Municipal de Agricultura, estão realizando uma campanha para recolhimento do lixo eletrônico juntamente com a empresa REC, de Chapecó.
 
 
A campanha vai acontecer no dia 14 de agosto, das 08h às 17h, na Praça Municipal São Pedro. Os materiais que serão recolhidos são: Monitores de tubo, LCD ou LED (completos); CPUs; Impressoras e scanner; Dvd e Vídeo Cassete; Servidores e Roteadores; Rádios e Som; Home Theater; Torneiras e Chuveiros; Nobreaks; Estabilizadores; Centrais telefônicas e de alarmes, telefones; Notebooks; Placa de circuitos; Todos os tipos de cabos e fios; Placas em geral; Fontes e HDs; Celulares; Tabletes; Pilhas e Baterias; Máquina de lavar roupa (com o motor); Máquina de lavar louça (com o motor); Televisores TUBO, LCD OU LED; Climatizadores; Ar condicionados; Metais, Alumínios, Vidros Comuns; Lâmpada de qualquer tipo e tamanho (para este último item será cobrado o valor de R$ 1,00 a unidade).
 
 
Além de toda linha de eletrodomésticos (batedeiras, aquecedores, liquidificadores, fornos elétricos, micro-ondas, ferros elétricos, freezer, geladeiras, centrifugas, secadoras de roupa, secadores de cabelo, fogões a gás e a lenha) etc.
 
 
Caso no dia esteja chovendo, o local para recebimento vai ser na antiga garagem municipal de máquinas. Se você tiver lixo eletrônico e não possa comparecer no dia da campanha, favor entrar em contato com as entidades organizadoras.
 
 
O descarte inadequado do lixo, seja ele de qualquer natureza, causa danos no meio ambiente. No caso do lixo eletrônico esse problema é ainda maior, por que possuem substâncias tóxicas como mercúrio, chumbo e cádmo. Quando esses materiais são descartados de forma inapropriada ou em locais perto de nascentes, córregos e rios podem contaminar a água e solo causando problemas ambientais e de saúde. Além de conter substâncias tóxicas, possuem vidro e plástico que levam mais tempo para sua decomposição, de acordo com o Ministério do Meio Ambiente, o plástico demora mais de 400 anos e o vidro mais de 1.000 anos o que significa que vão ficar por muito tempo na natureza.