Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Prefeitura de Ouro Verde inaugura atendimento digital para cidadãos, profissionais e técnicos de obras

Publicado em 01/08/2022 às 14:41 - Atualizado em 01/08/2022 às 14:44

Moradores de Ouro Verde, profissionais arquitetos, engenheiros e técnicos agora podem solicitar serviços do setor de engenharia de maneira digital.

A digitalização e tramitação online vão garantir a evolução e melhoria nos processos, reduzindo o uso de papel para também oferecer um procedimento mais confiável e ágil.


Isso porque o sistema ajuda a reduzir o prazo para aprovação e emissão de documentos. A análise manual e física exige o envolvimento de vários servidores e setores, o que causa demora na liberação dos documentos necessários para o início de construções na cidade e, ao mesmo tempo, para a emissão do Habite-se, além de dificultar a fiscalização.


A expectativa é que a médio prazo todos possam estar bem adaptados à plataforma para, assim, as aprovações acontecerem de forma mais rápida, melhorando a qualidade da resposta aos contribuintes e aos profissionais da área de engenharia e arquitetura de Ouro Verde.


A digitalização de serviços públicos garante vantagens de ponta a ponta no Município - o que significa melhorias para todos. Em Santa Catarina já são mais de 30 cidades, incluindo a capital Florianópolis, utilizando a plataforma do Aprova Digital para acelerar o atendimento público.


O sistema que torna as prefeituras digitais, substitui o requerimento feito pelo cidadão e o trabalho de análise realizado pelo servidor municipal de forma física e manual. Com essa mudança, vários serviços serão tramitados online. São eles:

1.    Protocolo geral de obras

2.    Alvará

3.    Habite-se

 

Como utilizar o sistema para atendimento digital

Para utilizar o sistema basta acessar https://ouroverde.prefeituras.net e fazer o cadastro gratuito na plataforma.

 

As etapas de um processo digital

Na prática um processo digital funciona da seguinte forma:

     Protocolo: engenheiros, arquitetos e responsáveis técnicos protocolam os pedidos online, do seu escritório ou residência, sem a necessidade de se deslocar até a prefeitura.

     Análise: a prefeitura recebe o processo, analisa, encaminha, faz observações, aprova ou retorna ao solicitante, tudo de forma digital, sem papel.

     Aprovação: uma vez aprovado, o sistema emite e permite a assinatura digital do alvará e dos projetos, e o requerente pode imprimir quantas vezes quiser, dispensando carimbos, pastas e arquivos físicos.

 

As principais vantagens dos serviços públicos digitais

Segundo Marco Zanatta, CEO do Aprova Digital, isso significa que o tempo de resposta de análises para requerimentos pode se tornar até 90% mais rápido. Uma outra vantagem é a extinção de arquivos e protocolos físicos, uma vez que o sistema faz essa atividade na nuvem.

Os servidores municipais também passam a trabalhar em projetos mais estratégicos ao invés de ficarem alocados na checagem da entrada e saída de papel. Além dessas mudanças, não será mais necessário que o cidadão se desloque até o balcão da prefeitura ou faça impressões de projetos para validação.

A digitalização de serviços públicos municipais auxilia a prefeitura a economizar porque reduz o consumo de papel e outros insumos. Além disso, coloca no automático atividades que podem ser facilmente executadas por um sistema, acelerando a emissão de alvarás e outros tipos de documentos para o cidadão.

"O que muitas prefeituras não sabem é que as secretarias não precisam mudar tudo de uma só vez. A digitalização em etapas representa uma adaptação confortável para os envolvidos - e mostra que o importante é dar o primeiro passo, como fez a Prefeitura de Ouro Verde", reforça Zanatta.